google-site-verification=OKcoAUKv17mzfPhVijTq5ZvaShTCtIQrFl3Wa7z9X3s TIPOS DE ACABAMENTO - shopdaspedras.com.br

TIPOS DE ACABAMENTO

TIPOS DE ACABAMENTOS

 

Os ourives, ao longo dos séculos, desenvolveram uma série de técnicas mais sofisticadas, que conferem aparências diferenciadas às jóias, muitas vezes com a utilização de volumes. Confira algumas:

 

Craquelado: a chapa de metal é trabalhada de forma irregular, montada em degraus, em pedaços sobrepostos de tamanhos diferentes, maiores e menores, dando à superfície do metal uma aparência de pequenas rachaduras.

 

Esmaltação: o metal é colorido utilizando-se esmaltes de base vítrea e óxidos metálicos, que são derretidos no fogo e, na forma líquida, aderem ao metal. Por isso, a técnica é também chamada de esmaltação a fog.

 

Filigrana: fios de ouro finíssimos são cortados, torcidos, entrelaçados e soldados, produzindo delicados e elaboradíssimos desenhos, de aparência rendilhada ou mesmo dando a impressão de ser composto por micro esferas. Técnica muito antiga, bastante utilizada pelos ourives bizantinos.

 

Gravação: uma das mais antigas técnicas de joalheria, pode ser feita utilizando-se ferramentas apropriadas, como o buril, ou mesmo produtos químicos, que queimam o metal, formando desenhos ou inscrições, como os nomes que aparecem nas alianças de casamento.

 

Granulação: micros esferas de metal precioso são colocadas lado a lado, unidas umas nas outras ou sobre uma superfície de metal.

 

Repoussé: os desenhos do acabamento são em alto relevo, cunhados a partir do avesso do metal, com o uso de pequenos martelos.

 

Tessuto: o ouro é trabalhado como se fosse a trama de um tecido; daí o nome, tessuto, que em italiano quer dizer tecido.